Pizza e Vinha representando representando os costumes italianos.
Postado em April 12, 2021 | por Mamma

Grazie per tutti! Os costumes italianos do nosso cotidiano

4 minutos para ler

 

O que seria da Mamma se não fossem os costumes e tradições italianas? Por aqui, temos muito o que agradecer aos que vieram antes de nós, trazendo consigo parte de um país inteiro, cheio de pluralidades, hábitos e uma culinária de tirar o fôlego.

Por isso, para celebrar o Dia do Imigrante, vamos entender um pouco melhor sobre os detalhes fascinantes dessa jornada, que há um século conectou o Brasil e a Itália de forma única. 

Continue a leitura e veja a admirável trajetória dos imigrantes italianos no Brasil!

 

A História da Imigração Italiana para o Brasil 

A travessia italiana para o Brasil começa em meados do século XIX, quando a Itália sobrevivia a uma forte recessão, e gerava um cenário bem crítico no país: famílias desempregadas e sem estrutura para viver com qualidade em terras europeias. 

Paralelo a isso, existia no Brasil uma grande necessidade de contratação de mão de obra, uma vez que a escravidão tinha sido abolida recentemente. Além disso, um outro grande fator que fez com que o governo brasileiro estimulasse a vinda desses imigrantes, foi a necessidade de ocupar o sul e o sudeste do país.  

Dessa forma, os italianos que migraram para o sudeste começaram a trabalhar principalmente nas fazendas de café, ajudando a indústria cafeeira a se fortalecer e se tornar uma das mais fortes do mundo.

Já os que se destinaram ao sul do Brasil, foram os pioneiros no cultivo de uvas, utilizando todo o conhecimento adquirido em sua terra natal para dar início às primeiras produções de vinho brasileiros.

 

Taça de vinho representando costumes italianos.

Taça de Vinho. Foto: Derek Mangabeira.

 

Os italianos foram, assim, criando raízes nesse novo lar. Quanto mais se fixavam e estabilizavam no país, mais seus costumes eram adotados pela população, criando novos hábitos que se espalharam por todo o território. 

 

Os Hábitos Italianos no Nosso Cotidiano

Na cultura brasileira, podemos observar diversos traços deixados pela migração italiana. Pois, quando abordamos sobre migração em massa, estamos falando também de uma mistura muito rica de culturas. 

Na mesma medida em que os brasileiros adotaram hábitos trazidos da Europa, os italianos, que aqui moravam, absorveram características típicas brasileiras, como uma grande troca

Falando sobre vocabulário, por exemplo, podemos notar uma forte contribuição dos italianos. A forma como nos despedimos, o “tchau” (ciao), é uma herança marcante da língua italiana, que marca a forma de se comunicar do brasileiro. Então vale uma reflexão: como nos despediríamos se não fosse a influência deles em nossa história? 

 

Almoço com a culinária mediterrânea dos costumes italianos.

Culinária mediterrânea.

Agora precisamos abrir espaço para falar sobre o que talvez seja a maior das contribuições italianas para a nossa cultura: a culinária mediterrânea

Por contar com insumos simples e ser considerada de fácil preparo, as harmonizações em seus pratos não são difíceis de serem feitas. 

Entretanto, quando muito bem preparadas podem surpreender quem experimenta. Afinal, quem não se lembra da clássica macarronada à pomodoro da nonna. Uma delícia, não é mesmo?

Um outro item que se popularizou logo após a chegada dos imigrantes italianos no Brasil, foi o pão. Isso porque antes da sua chegada nos centros urbanos, praticamente não havia padarias.

Por isso, temos muito o que agradecer! Imagine uma vida sem as focaccias da Mamma? Parece bem mais triste, não? 

 

Junto com o pão ,ganhamos também as melhores e mais clássicas receitas de pizza, que se espalharam pelo sudeste do país de uma forma única e que conquista os nossos corações até hoje.

 

Costume italianos: pão.

Foccacias. Foto: Derek Mangabeira.

 

A verdade é que temos que reconhecer e agradecer por toda essa troca cultural. Se você gosta de curiosidades como essas, que tal acessar as news da Mamma para ficar por dentro de todas as novidades, receitas e histórias que contamos por aqui?

SHARE: