Profissional ajudando cliente em como escolher um bom vinho

Postado em 1 de abril de 2022 | por Mamma

Você sabe como escolher um bom vinho? Veja 4 dicas para não errar

3 minutos para ler

Ao contrário do que muitos pensam, não é necessário ter uma longa experiência para saber como escolher um bom vinho. É super compreensível que existam diversas dúvidas para realizar a escolha perfeita. Mas calma, a Mamma está aqui para te ajudar! 

Vamos falar um pouco mais sobre as características que vão mudar a forma como você compra os seus vinhos daqui para frente. Sieti pronti?

4 Dicas para não errar 

1 — Preste atenção na ocasião

Cada programa pede por uma categoria de vinho. Os rosés e brancos, por exemplo, são ideais para dias quentes. Uma ótima pedida é levá-los para encontros ao ar livre, como piqueniques, praias ou um almoço na piscina. 

Já os tintos combinam perfeitamente com noites mais frescas e refeições mais pesadas. Com essa escolha feita, você já tem um começo!

2 — Leia os rótulos com atenção

A seguir estão as informações mais valiosas que você precisa entender para fazer a escolha certa. Os principais pontos são:

  • variedade da uva;
  • maturação e envelhecimento;
  • safra;
  • denominação de origem.

As variedades são muitas, mas precisamos sempre estar atentos a uma questão: cada país tem a sua uva de melhor produção. O Malbec, por exemplo, é um vinho originário da Argentina. Já os melhores rótulos de Cabernet Sauvignon são produzidos no Chile, assim como o Carmenérè. 

A maturação e o envelhecimento são denominadas pelo tempo em que o vinho esteve em barris de carvalho, contribuindo para que os sabores e aromas sejam ainda melhores. Sempre que o vinho selecionado tiver as palavras “Reserva”, isso significa que ele já passou por esse processo. 

Se tratando da safra, ela mostrará a data de aniversário do vinho. Aqui, fica a seu critério escolher vinhos mais antigos ou mais novos. A denominação de origem, por sua vez, é uma espécie de certificado de qualidade concedido por instituições ao redor do mundo. 

Cada país possui o seu próprio. Os vinhos italianos recebem o DOC — Denominação de Origem Controlada — assim como algumas qualidades de queijo, como bem vimos por aqui. Caso se depare com essa sigla no rótulo, é um ótimo sinal, wine lover!

3 — Em um restaurante, consulte o Sommelier

Isso mesmo! Nesse caso, aproveite a existência de alguém que estudou bastante o universo dos vinhos e abuse dessa sabedoria! 

Diga que tipo de sabor e aroma faz mais sentido para o momento e curta as dicas que serão dadas. Nas casas da Mamma contamos sempre com um profissional à sua disposição para que a sua experiência seja a melhor possível. 

4 — Experimente! 

Conheça o seu paladar! Para isso, o que é melhor que experimentar? A cada final de semana se jogue em uma nova categoria de uva. Claro que a Mamma já tem todas as recomendações para este momento. 

Com o tempo você saberá de cabeça a sua uva favorita, o tipo de tanino e acidez que mais conversa com o seu gosto. Daí para frente, é só aproveitar!

Agora que você já é quase um especialista e sabe como escolher um bom vinho, que tal visitar as casas da Mamma e desvendar a nossa carta de vinhos? Esperamos por você, wine lover!